Please enable JavaScript to view the page content.
Logo da Universidade do Estado de Santa Catarina

Notícia

17/05/2017-13h19

Professora da Udesc defende na USP tese de doutorado sobre conceito de ornamento proposto por arquiteto alemão

 
Alice de Oliveira Viana (de blusa listrada) avaliou escritos de Gottfried Semper de meados do século 19 - Foto: Divulg. 
A professora Alice de Oliveira Viana, do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em Laguna, defendeu e teve aprovada nesta segunda-feira, 15, sua tese de doutorado intitulada “Gottfried Semper e o Ornamento em Arquitetura”.

A defesa foi realizada no Curso de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), na área de concentração Histórias e Fundamentos da Arquitetura e Urbanismo.

Fizeram parte da comissão examinadora os professores Ricardo Marques de Azevedo, que orientou o trabalho, Mario Henrique Simão D’Agostino e Luciano Migliaccio, todos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, o professor Celso Fernando Favaretto, da Faculdade de Educação (FE) da USP, e a professora Sandra Makowiecky, atual coordenadora do Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Udesc.

A tese de Alice investigou o conceito de ornamento no arquiteto e teórico Gottfried Semper, alemão que elaborou, em meados do século 19, importante teorização sobre este elemento arquitetônico.

Com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a professora pôde fazer doutorado sanduíche na Suíça no período entre outubro de 2015 e janeiro de 2016.

Importância do ornamento

O objetivo era mostrar que, em meio a um processo de depreciação semântica vigente na época, Semper procurou restabelecer o status quo do ornamento, consagrando a ele uma importância fundamental para os indivíduos e suas instituições sociais.

Conforme a autora, os vínculos tradicionais entre ornamento e noções clássicas como estilo e ordem são reforçados e atualizados pelo autor, considerando o contexto da época.

Para elaborar o estudo, foram realizados dois momentos de investigação. Primeiramente, adotou-se um recuo temporal, trabalhado na longa duração, com o objetivo de apresentar um quadro sintético de noções e conceitos interdependentes que estruturaram o conceito de Ornamento na Tradição Clássica.

Nesta parte, a escrita foi organizada a partir da observação das transformações dos sentidos atribuídos ao termo “ornamento” e também dos conceitos em torno deste termo e o constituíram como um componente imprescindível do que se compreende por arquitetura na tradição.

Já na segunda parte, foi analisado o conceito de ornamento em Semper no contexto europeu de meados de 800, tendo em vista o enfraquecimento da legitimidade da Tradição Clássica e as implicações resultantes do desenvolvimento da indústria moderna.

Considera-se, diz o resumo do estudo, que os escritos de Semper, na medida em que procuram atualizar o conceito de ornamento, evidenciam parte do contexto de crise da ornamentação em Arquitetura, que, diferentemente do que costuma colocar a historiografia tradicional, iniciou-se bem antes da aurora do moderno.

O ornamento em Semper, segundo o trabalho de Alice, deve ser compreendido como um conceito que opera dentro da disciplina Arquitetura e que faz parte dos esforços do autor em reorganizá-la em meados do século 19.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefone: (48) 3664-8010/8006 
galeria de downloads
galeria de imagens
notícias relacionadas
 
ENDEREÇO
Av. Madre Benvenuta, 2007
Itacorubi, Florianópolis / SC
CEP: 88.035-901
CONTATO
Telefone: (48) 3664-8000
E-mail: comunicacao@udesc.br
Horário de atendimento: 13h às 19h
          ©2016-UDESC